Entrevista - Lamb Of God: os fãs se surpreenderão com o novo disco

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Entrevista - Lamb Of God: os fãs se surpreenderão com o novo disco

Mensagem  PapaNJam em Sex Fev 20, 2009 11:46 pm

Cameron Edney do site de notícias australiano Inside Out, recentemente realizou uma entrevista com o baterista Chris Adler, do LAMB OF GOD, que falou sobre o novo disco e as dificuldades em cair na estrada tendo família, dentre outros assuntos.


--------------------------------------------------------------------------------
Inside Out: O (novo álbum do LAMB OF GOD) "Wrath" será lançado no dia 24 de fevereiro. O que você acha que os fãs vão pensar sobre ele?

Chris Adler: "É difícil dizer, eu acho que o disco 'Sacrament', que nós lançamos antes desse, foi obviamente nosso álbum de maior sucesso, e não há ressentimentos, pois eu acho que ao fazer o 'Sacrament' nós experimentamos a idéia de sermos somente uma banda de Metal. Nós tentamos algumas coisas novas, algumas vezes desconfortáveis e às vezes nem o que todo mundo queria. Nós nos livramos do produtor com quem trabalhávamos, eu acho que ele teve a responsabilidade de nos ajudar a vender uma grande quantidade de discos e de nos tornar uma banda popular, mas nós queriamos jogar toda aquela merda pela janela. Nós não queremos compor para o rádio, nós não queremos compor singles, nós queremos compor músicas que nos façam dirigir rápido, bater cabeça e socar coisas! Eu acho que os fãs talvez estivessem esperando que nós suavizaríamos as coisas ou de alguma forma 'nos venderíamos', mas eles ficarão muito surpresos de ver que nós tomamos uma direção totalmente oposta".

Inside Out: "Wrath" foi produzido por Josh Wilbur, que fez um ótimo trabalho! Nesta etapa da carreira vocês poderiam ter escolhido qualquer pessoa para fazer o novo álbum. O que fez de Josh o cara certo para "Wrath" e qual foi o impacto que ele teve no geral e nos resultados?

Chris Adler: "Yeah, ele não é o cara típico, com certeza! Ele tem trabalhado em alguns discos de Metal, mas ele nunca produziu um disco apropriado do gênero, então esse foi a primeira tentativa dele e eu acho que foi por isso que o escolhemos! Ele é novo, faminto, não havia um grande ego envolvido, e ele não nos pressionou para vendermos uma porrada de discos e mudar o nosso som, ele só queria que nós soássemos o melhor que podíamos. Ele teve um interesse genuíno em nos pressionar e ter uma visão. Ele teve uma boa compreensão de onde estávamos como uma banda e que nós queríamos ser um pouco mais agressivos e voltar a algumas coisas mais antigas que nós fizemos! Josh estava lá direto com a gente, nos pressionando enquanto nós nos pressionávamos".

Inside Out: Eu quero falar com você um pouco mais sobre fazer turnê e a vida na estrada. Olhando para trás, você consegue se lembrar da parte mais difícil que vocês tiveram como banda de abertura?

Chris Adler: "Eu consigo... nós estávamos com a turnê do novo milênio pela América do Norte junto com o THE HAUNTED, Dimmu Borgir e então o CANNIBAL CORPSE. Foi um show fantástico. Como fã do Metal, eu amaria ver isso! Os caras do CANNIBAL CORPSE são adoráveis, são realmente legais e amigáveis, caras legais, mas a equipe com quem estavam trabalhando naquela turnê era um pé no saco, e fizeram a nossa vida ficar difícil. De fato, a pior noite naquela turnê foi o último show em New York, nós começamos a tocar a última música, e o 'manager' do CANNIBAL CORPSE apareceu e começou a tirar nossos instrumentos do palco, isso aconteceu porque não aceitamos as merdas deles na turnê inteira! Nós não tínhamos interesse em sermos manipulados e de sermos mandados! Nós entendíamos o nosso lugar como uma banda nova, e não fomos desrespeitosos, não nos permitiam que comêssemos, não havia comida, e não havia espaço no palco para nós montarmos nossas coisas! Havia muitos obstáculos e nós éramos explícitos em relação ao fato de que seria bom se alguém levasse em consideração que nós estávamos lá para tocar e que havia pessoas lá para nos ver, e que nós estávamos tentando fazer o que aqueles caras fazem bem, não é uma competição de quem tem o pênis maior, deixem-nos tentar. Eles realmente dificultaram as coisas pra gente! Nós realmente aprendemos muito com aquilo, e o que nós aprendemos foi importante... você realmente vê as mesmas pessoas no caminho para cima que você vê no caminho para baixo, e você trata as pessoas... todas as bandas, não importa se estão atrás de nós, depois de nós, palcos diferentes, que seja... qualquer pessoa que nós encontrássemos enquanto tocávamos, nós tentaríamos tratar da mesma forma como gostaríamos que fôssemos tratados. É uma lição importante para se dominar, mas cruel de se aprender!"

Inside Out: Chris, eu sei que você é um cara ligado à família... fazer turnês pelo mundo deve por um fardo na vida familiar! Você viaja com a família na estrada e como você encontra um equilíbrio com as constantes turnês?

Chris Adler: "Yeah, é muito difícil, nós ainda estamos organizando isso, e é difícil! Não é uma existência confortável e destinada a crianças, na estrada. Antes do bebê, minha esposa viria e assistiria os shows, ficaria uma semana comigo, viajaria no onibus e esse tipo de coisa, agora com o bebê é um novo capítulo, nós ainda temos que arranjar isso! Eu já vi caras fazendo isso, e vem sendo meu sonho desde criança fazer isso! Minha esposa é muito compreensiva e nossa filha certamente será capaz de perceber isso mais cedo ou mais tarde, e esperançosamente ela irá apreciar tão bem quanto eu... é tudo que eu queria fazer e tudo que eu queria ser, então eu estou feliz e orgulhoso da decisão apesar dos tempos difíceis!"

PapaNJam

Mensagens : 2854
Data de inscrição : 03/04/2008
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum